quinta-feira, 1 de setembro de 2016

TAG: Morando sozinha - Vida de Universitário


Bom dia, alegria!
Chegamos a Setembro, época em que muitos jovens ingressam na Universidade. Momentos de grande alegria e algum nervosismo, já que para muitos implica começar a viver fora de casa dos pais, sozinho ou com colegas que não conhecem.
Eu sou finalista, já ando nesta vida de faculdade há 6 anos e, para quem não sabe, eu sou das ilhas e tive de me mudar para o continente. Mais pormenores não escrevo agora porque foi precisamente por causa disso que decidi responder a esta TAG que encontrei. 
Com a quantidade de dúvidas que poderão surgir achei que esta TAG tinha questões interessantes e que provavelmente correspondem às dúvidas que a maioria dos jovens (e quem sabe de vocês que me leem) terão.


1 - Como foi sair de casa? Conte a sua história.
Eu saí de casa para ir para o continente depois de ingressar na Universidade. Não sabia bem em que Universidade iria calhar

2 - Qual é a coisa que você mais gosta de fazer em casa?
Comer o que quero às horas que quero. A sério! Se me apetecer comer alface para o almoço às 4 da tarde posso fazê-lo sem ter ninguém a me chatear xD

3 - Qual é a coisa que você menos gosta de fazer em casa?
Limpar a casa. Eu gosto de ter as coisas bem arrumadas e limpas e para obter esses resutados perde-se algum tempo, tempo esse que é precioso principalmente quando se tem de estudar para exames ou temos trabalhos para fazer ou apresentar.

4 - Como foi planear a saída de casa?
Sinceramente não deu para muitos planos. Eu já estava a contar que ia ficar fora da ilha por isso já tinha marcado a viagem de avião com alguma antecedência (sim, porque nesta altura podem acreditar que todas as companhias aéreas inflacionam o preço por saberem que é uma altura em que há mais procura do que oferta).As colocações só são conhecidas praticamente uma semana antes das aulas começarem, por isso toda a parte restante como fazer malas e encontrar casa foi feita um pouco à preça.

5 - Quanto custa morar sozinho?
Depende de muita coisa: da cidade, no local na cidade, do tipo de alojamento e se vivem sozinhos ou com alguém. Vou vos dar o meu exemplo. Eu vivo num apartamento com a minha colega de casa, numa zona porreira de Braga, bem localizada, com farmácia e mercearia ao lado. Cada uma de nós paga 150€ pelo aluguer da casa mais as despesas (que variam entre os 40 a 70€ mensais, isto contando com internet, água, eletricidade, gás). Depois têm as despesas gerais como as de supermercado que devem rondar os 30 a 40€ (isto a comprar alimentos saudáveis, peixe, etc.)
Portanto, se eu vivesse sozinha gastaria praticamente 400€. A adicionar a isto terão de ter em conta as propinas, os livros/fotocópias, carro (se tiverem) e lazer. 

6 - Dicas para quem vai comprar ou alugar apartamento
Vou colocar isto por tópicos:
- se a vossa situação financeira não estica, o melhor mesmo é dividir o apartamento com alguém. Assim, se conseguem um apartamento com melhor qualidade do que se fossem alugar sozinhos um T0 ou T1
- pesquisem em vários sites o tipo de preços que são praticados na zona para onde vão morar
- procurem saber quais as zonas "mais seguras" e "mais perigosas" da cidade
- na minha opinião, às vezes compensa viver mais longe do local de trabalho/faculdade, se o preço for mais baixo, se as condições forem melhores e, principalmente, se houver grande acessibilidade, por exemplo, metro ou autocarros. Alias, um apartamento perto de transportes públicos é uma mais valia-
- se o aluger vai ser provisório é melhor procurar algo já mobilado

7 - Problemas de morar sozinho
A solidão. Vai haver alturas em que vão desejar ter alguém com quem conversar e não vão ter, seja porque estão sozinhos ou porque o vosso colega de casa tem exame e está a estudar. Depois é terem de resolver todos os problemas que surgem na casa. O senhorio nem sempre vos pode dar a mão e vão ter de se desenrascar sozinhos. O google vai ser o vosso melhor amigo nestas situações.

8 - Qual é o melhor jeito de fazer amizade com os vizinhos?
Eu não tenho relações de amizade com a minha vizinhança, mas sou cordial, ou seja, digo sempre "bom dia", "boa tarde". A partir daí, se houver alguma pessoa interessante a conversa até pode fluir mais.

9 - Já teve algum problema com os seus vizinhos? Como foi?
Felizmente não muitos. Eventualmente um pouco mais de barulho devido a festas de amigos ou festas mais íntimas (se é que me entendem)

10 - Qual foi a maior situação de dificuldade que passou morando sozinho?
Assim de repente nenhuma. Só mais às vezes a falta de tempo (e vontade) para cozinhar.

11 - Qual o caso mais engraçado que você passou morando sozinho?
Uma vez apareceu um ninho de vespas na minha varanda. O pânico, a tragédia, o horror! Ainda por cima não podia abrir a janela, porque arriscava-me a ficar com aqueles bichos no quarto e ser picada. Não tinha insecticida, portanto fui ao senhor google pesquisar técnicas de assassinato de vespas (os defensores de animais que me perdoem, mas teve mesmo de ser). Encontrei uma que consistia em atirar água com sabão de loiça para cima delas. Devo ter demorado uma hora para ganhar coragem para atirar aquele conteúdo, mas, por fim, no meio de berros, lá consegui fazê-lo e deve ter demorado menos de 5 minutos.

12 - Foi solitário sair de casa dos seus pais e morar sozinho?
Há momentos que sim, principalmente quando é preciso fazer um monte de coisas e o tempo não estica. Mas, na maioria dos dias, ter a liberdade para fazermos as nossas coisas, da maneira que queremos e quando queremos é muito gratificante.


Espero que tenham gostado das minhas respostas e que tenham sido úteis. Novamente peço que se responderem a esta TAG deixem o link nos comentários, porque eu gostava de ver as vossas respostas e até pode ser útil para futuros caloiros.
Até à próxima 
xoxo

4 comentários:

  1. Eu pude continuar em casa durante a Universidade, portanto nunca tive que pensar muito nestas coisas =p mas também odeio limpar a casa

    ResponderEliminar
  2. Adorei a tag e as tuas respostas
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia
    Facebook
    Tem post novo todos os dias

    ResponderEliminar
  3. Eu também tive de mudar-me por causa da universidade e posso dizer que foi das melhores coisas que me aconteceu na vida. Tem os seus momentos maus, como dizes, o sentirmos-nos sozinhas e a chatisse de arrumar quando parece que não há tempo para nada, mas isso também me ajudou a ser mais organizada e exigente comigo mesma. Posso dizer que cresci muito desde que vim morar para Aveiro e o tempo sozinha ajudou a conhecer-me melhor incentivou-me a desenvolver outras aptidões sociais. No fim, acho que o facto de ter de mudar de casa por causa da universidade tem mais prós que contras.
    Btw, gosto muito do teu blog. E bom ano senhora finalista! :)

    ResponderEliminar
  4. sempre giras estas tags. a minha vida de universitária já lá vai :)
    beijinhos
    elisaumarapariganormal.blogspot.pt

    ResponderEliminar