Budapeste - Cidade das Termas

outubro 16, 2016 Sofia Ferreira 4 Comments


Olá!!
Já tenho internet de volta, a minha gripe já passou e parece que o mau tempo veio para ficar, portanto são necessárias muitas precauções com estas mudanças de temperatura.

Acho que é escusado dizer que eu adorei Budapeste. É uma cidade com o seu cunho próprio, onde a história se mistura com a atualidade, onde em cada recanto encontramos a influência de cada povo que em tempos habitou esta cidade milenar. 
Um dos melhores exemplos disto que vos acabei de descrever são a cultura das Termas em Budapeste. Já desde os tempos da civilização romana que se conheciam as águas quentes, de propriedades medicinais, neste território, Mas foram os turcos que desenvolveram as termas e a cultura dos banhos.

Szechenyi Baths outdoor pools - photo by Alvaro Jenik
Fonte
Imaginem o seguinte cenário: estão - 10 graus, neve por todo o lado e vocês vêm pessoas de fato de banho a jogar xadrez dentro de uma piscina aquecida ao ar livre. É talvez uma das imagens de marca da cidade. No Verão é a sensivelmente a mesma coisa, mas já sem a neve.

Aproveitei um dos meus últimos dias em Budapeste para relaxar e escolhemos as termas de Széchenyi, as maiores da Europa, com 15 piscinas e imensos tratamentos disponíveis. Para terem uma noção da importância deste local, parte do edificio está destinado exclusivamente a tratamentos fisiátricos, prescritos pelos médicos húngaros. O preço de entrada neste complexo é de cerca de 15€, um preço que para os serviços que oferecem é excelente, mas conseguem sempre algum tipo de desconto se conseguirem arranjar aqueles livrinhos de desconto que dão nos autocarros hop on-hop off.

Por isso não há muitas fotografias, apenas esta que partilhei nessa altura no Instagram.



Então o que fizemos a nível de relaxamento? Saltávamos de piscina em piscina, para experimentar diferentes temperaturas. Uma das melhores coisas a fazer é passar da piscina mais fria (a cerca de 15ºC graus) para a piscina mais quente (a 40ºC graus) ou então entrar na sauna a 60 ºC, passar para a salinha dos 85ºC e depois tomar um duche de água fria. A sério, estas variações térmicas forma das coisas mais agradáveis que já senti, principalmente porque nesta altura já eu estava toda "rota", como se costuma dizer, já tinha os músculos cansados, cãimbras de tanto andar durante um mês.

Existem outras termas em Budapeste que são igualmente famosas, que também gostava de ter visitado mas foi impossível.
As termas de Gellért, localizadas no hotel com o mesmo nome (e que inspirou a fachada do edifício do filme The Grand Budapest Hotel) e datam da altura da Idade Média, econtrando-se praticamente comservadas desde essa altura.
Gellert+bath+thermal+pools - Danubius+Hotel+Gell%C3%A9rt+ - hotel Budapest
Fonte
Resultado de imagem para termas gellert
Fonte
As termas de Lukács são aquelas que são mais em conta, visto que são gratuitas a quem adquirit o cartão Budapeste (aqueles cartões turísticos) e é um local onde há muitas festas nocturnas.
Resultado de imagem para lukács baths
Fonte
As termas Király, ou termas dos reis, são as mais antigas da cidade e, como o próprio nome indica, pertenciam à família real. Quando estive em Budapeste estas termas encontravam-se encerradas para manutenção, mas agora já estão abertas.

Resultado de imagem para Kiraly Bath
Fonte
Por fim, temos as Termas Ruda e a razão pela qual deixei esta para o fim é porque ela não permite mistura de sexos, ou seja, há dias específicos para os homens e para as mulheres desfrutarem do sítio, daí que possa ser a mais complicada de visitar. Isto porque, supostamente, não é preciso roupa para usufruir destas piscinas. Aos fins de semana não há esta distinção (mas é preciso usar fato de banho),

Resultado de imagem para rudas thermal baths
Fonte

Espero que tenham gostado deste post e se algum dia forem a Budapeste, pelo menos um destes sítios é local de passagem obrigatória. Não se vão arrepender!
Até à próxima
xoxo


4 comentários:

  1. Impossível olhar-se paras as tuas imagens e não se querer visitar! Como eu gostava um dia de conseguir ir.
    E ainda bem que a gripe já passou, como tu dizes agora a precaução é muito importante.
    Um beijinho
    elisaumarapariganormal.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Nossa que lugar lindo
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia /Facebook /Intagram
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar
  3. oi tudo bem?

    que lugar lindo. Estou namorando essas fotos.
    Não fazia ideia que Budapeste era tão lindo assim.
    adorei beijos

    Taynara Mello | Indicar Livros
    www.indicarlivro.com

    ResponderEliminar
  4. Ele dá aquela conforto de que a pele está hidratada mas é super necessário colocar creme depois :)

    Ai Meu Deus!!! Era aí mesmo que tirava férias :D
    Que sítio lindo :D

    NEW TIPS POST | Facial Tonics: the importance in Skin Care.
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar