segunda-feira, 28 de março de 2016

Budapeste - Balaton

O que pensam quando imaginam a Europa Central? Alguns, se calhar como eu, pensavam que não havia grandes sítios para fazer praia, talvez assim alguns rios e tal. Não podia estar mais enganada. Depois de uma primeira semana intensa, o pessoal da organização levou-nos para um lago chamado Balaton. Bem, a minha primeira impressão é que aquilo não é um lago, é um mar. Não dá para ver, em alguns locais onde começa e acaba. A água é muito agradável (27º graus), as praias não são assim muito limpas, mas em pleno Verão, com temperaturas superiores a 40º não é muito surpreendente, até porque aquilo é muito movimentado. 


O lago Balaton é o maior lago da Europa Central com mais de 5000km2. Se não estou em erro, eu fiquei num local da margem chamado Zamárdi. Fizemos praia durante 2 dias, o que me permitiu ganhar um bocado de bronze (mas sei fazer escaldão - que aconteceu a muita gente no primeiro dia). Numa das tardes, apanhámos um ferry para visitar a margem norte do lago.






Quando chegámos à outra margem, apanhamos um daqueles comboios turísticos de estrada até uma vila chamada Tihany. Dizem que foi neste local que se descobriu o primeiro documento comprovativo da língua húngara. É também o local que tem as melhores vista panorâmica do lago.



Estátua de Andrew I e Anastasia


Aqui está uma das típicas armadilhas de turista. Este objeto de decoração é muito giro, tem um cheiro maravilhoso, doce e oriental,  que dura imenso tempo, mas olhem bem para a conversão de preços. 790 forints é aproximadamente 2,50 euros. E como podem ver o comerciante vende por 2,80. Só mesmo em último caso paguem com euros, caso contrário vão perder dinheiro.



Um dia de praia e já hanhei um bronze bonito :)





Há noite há imensa diversão, muitas discotecas à escolha, inclusivé há um festival de Verão de música eletrónica.
Quanto custa ficar hospedado neste local? Não é nada caro, com 300€ consegue-se fazer uma semana de férias neste local. Para nós portugueses, que temos praias fantásticas não temos benefício em fazer férias neste local, mas para a malta que vive na Europa Central, e não tem muito dinheiro para gastar é uma excelente opção. A verdade é que a generalidade dos húngaros é pobre e terem um local tão acessível para fazer férias, a 2 horas de comboio de Budapeste é fantástico para eles. Assim, se alguma vez fizerem um interrail pela Europa, e quiserem fazer uns dois dias de praia aqui têm uma ex excelente opção. Os comboios saem de Budapeste de várias estações, são bastante frequentes e relativamente baratos.
Até à próxima
xoxo 

2 comentários:

  1. Fiquei encantada com as fotografias!
    Que vontade de ir já para lá (ainda para mais com o tempinho miserável que temos tido)!

    ​​
    Givaway no blogue

    nem mais nem menos | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  2. Por acaso, imaginava a Hungria sem praias! :o

    ResponderEliminar