Batalha contra o excesso de peso

maio 03, 2016 Sofia Ferreira 7 Comments

Bom dia, alegria!

Pois é. Hoje venho-vos falar da minha eterna batalha contra o excesso de peso.
Desde os meus 8 anos que tenho excesso de peso. Em parte devido à minha herança genética, mas principalmente por erros alimentares. Depois houve uma fase, que apanhou o crescimento, em que a coisa até ficou controlada e depois descarrilou por completo, atingindo o low-point aos 15 anos, que foi 74 kg. A partir daí, e porqueme começaram a aparecer pelos onde não devia (nomeadamente na face) fui a um endocrinologista e fui diagnosticada com Sindrome de Ovário Poliquistico. Começou então a jornada para perder peso e consegui estabilizar à volta dos 68kg. No meu primeiro ano de faculdade cheguei aos 65 kg, muito a conta, sinceramente, da praxe, visto que andávamos muito, fazíamos muitas flexões. A partir daí o meu peso foi variando entre os 65 kg e os 67kg. No 4º ano e no inicio do 5º ano cheguei a frequentar um ginásio, mas, meteram-se as férias pelo meio e eu a partir daí perdi a minha rotina e acabei por deixá-lo até porque no início deste ano passava muito mais tempo em Viana do que em Braga.

Um destes dias, enquanto esperava pela tutora fui-me pesar à balança e fiquei um bocado assustada. Eu já estava à espera de ver que tinha aumentado de peso, porque nestes últimos meses andei a comer muito mal e o exercicio era praticamente nulo. E depois comecei a sentir algumas peças de roupa mais apertadas. 

Vamos aos dados antropométricos
  • Tenho 1,64m
  • Peso atualmente 71 quilos
  • O meu IMC é 26,397 kg/m2
  • Não tenho fita métrica, senão tambem falava do perímetro abdominal. e outras medidas, mas é seguramente para cima de 80 cm

Porquê que aumentei de peso? 
  • Nos últimos 4 meses fiz, no máximo, 10 caminhadas.
  • Andei a comer muito chocolate e fast-food. Houve ali um período que correspondeu à Quaresma que não comi fast-food praticamente nenhum, mas o chocolate foi um exagero
  • Quando não fazia pequeno-almoço em casa, comia um croissant com queijo na escola. Ou, algumas vezes, nem comia pequeno-almoço
  • Não como sopa a refeições (a não ser que coma na escola, e aí compro)
  • Background genético (parte do meu pai, praticamente toda a gente tem excesso de pesoou é obeso) e doença (SOP)

Conclusão: Tenho excesso de peso. Notem que coloquei as desculpas mais frequentemente usadas pelas pessoas em letras muito pequenas, porque, apesar desses factores estarem presentes, não foram, de longe, a principal causa. Sei que tenho culpa neste aumento de peso e, como não vale a pena chorar por cima de leite derramado, vamos passar para o plano de ação

O que fazer agora?
  • Começar sempre com mudanças pequenas
  • Tomar sempre o pequeno-almoço em casa
  • Fazer 40 minutos de caminhada diária, aliada com alguns exercícios localizados simples
  • Começar a cozinhar sopa (aceito sugestões!!!)
  • O único frito permitido é ovo estrelado e não e todos os dias. Tudo o resto é grelhado ou cozido
  • Fast-food só 1x/mês (idealmente nunca). Chocolate nem pensar, nem mesmo o negro (senão acabo diabética, já que essa é umas das doenças da parte da minha mãe). Nem sequer trazer essas tentações para casa
  • Manter o hábito de comer frutas e saladas, de beber cha e água
  • Incorporar legumes nas refeições 
  • Por fim, quando tiver muita fome, beber primeiro água

Por enquanto estas serão as alterações que vou fazer, não quero fazer nada de muito drástico porque senão vai ser muito difícil de cumprir. 
Deixem, por favor, mais sugestões nos comentários abaixo, para incorporá-las no mês de Junho.
No próximo mês, farei um update de como as coisas estão a correr, quiçá com fotografias de evolução.

Até à próxima
xoxo

7 comentários:

  1. Olá, vim aqui responder à tua questão, eu compro tanto em supermercados como em perfumarias em espanha, há nos dois sítios. O preço varia, já encontrei a 1,99 (das coleções mais antigas), mas os mais caros que são no novo formato rondam os 4/5 euros. Os Dr. Rescue costumo comprar em espanha a 2euros e qualquer coisa! Beijinhos querida :)

    amargaridacosta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Em relação ao teu post, achei importante deixar-te uma mensagem de força! Com força de vontade tudo se consegue, vai alterando aos poucos a tua vida e criando novos hábitos que tudo se torna mais fácil! :)

    ResponderEliminar
  3. Pelo pensamento já estás num ótimo caminho, estou a torcer por ti!!

    ResponderEliminar
  4. Força! Essas pequenas mudanças vão fazer efeito a longo prazo! O que é preciso é muita força de vontade!
    Segui :)
    Beijinhos

    http://amiudablogger.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. Sofia, muito boa sorte na tua luta! Vais conseguir certamente.
    Aconselho-te a fazeres muitas refeições: não passes fome que é meio caminho andado para teres a tentação de desistir. Come pequenos snacks para te satisfazer: palitos de cenoura, queijinhos, gelatinas, fatias de fiambre, uma peça de fruta...
    Eu noto que quando me porto bem à noite (por exemplo comer uma sopa e uma peça de fruta) os resultados são bem melhores do que se o fizer ao almoço. Por isso tento ir reduzindo o que como ao longo do dia, ou seja, um bom pequeno almoço e almoço e depois menos ao lanche e jantar.
    Para além da sopa, há imensas receitas sem hidratos muitoooo boas e que te vão ajudar!

    Beijinhos!

    nem mais nem menos | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  6. Também sofri de excesso de peso na adolescência... no meu caso, foi sobretudo devido a uma depressão e, também, aos erros alimentares que se faziam em minha casa, onde muita gente sofre de excesso de peso. Eu não tinha voto na matéria naquilo que se comia... quando fui para a faculdade, ganhei motivação, comecei a comer melhor, fui para o ginásio e comecei a perder peso, aos poucos. Entretanto, tive uma pielonefrite que, por mau diagnóstico inicial, acabou por ser bastante grave e aí emagreci imenso (7kg em 2 semanas, alguns dos quais recuperei, porque foi demais). Desde aí, tenho tentado ter uma vida saudável. Não quero ser magra, só quero ser saudável.

    Admiro-te pela franqueza com que falaste disto e esse é o primeiro passo: reconhecer onde estamos a falhar. Boa sorte! Estou aqui a torcer por ti (=

    (Quanto à sopa, eu uso batata doce em vez de batata normal... o efeito é o mesmo e é muito menos calórico!)

    ResponderEliminar
  7. Após ler este teu post, concluo que tens uma força de vontade admirável e, acima de tudo, uma consciência de ti e daquilo que fazes, bom ou mau, que pouca gente tem!
    Desejo que progridas tal como ambicionas e sim, tens que nos ir inteirando de todos os pormenores desta nova fase! ;)

    Beijinhos, estou aqui para te apoiar!

    ResponderEliminar