sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Blogmas: Tardes de cinema #3 - O Primeiro Encontro


Olá!
Por esta altura, não sei o filme ainda vai estar em exibição nas salas de cinema. Caso esteja, digo desde já: VÃO VER! Foi dos melhores filmes que já vi em toda a minha vida e abaixo explico o porquê (sem spoilar muito).

Quando várias naves estranhas aterram em vários locais do planeta, o pânico instala-se. Afinal, quem são estas criaturas e qual o seu objetivo? À beira de uma guerra à escala mundial, Louise Banks, uma professor universitária de linguística, é recrutada pelo exército para tentar decifrar e comunicar com estes seres estranhos. 


Fonte
Primeiro ponto e mais importante: se estão à espera do filme típico que envolve extraterrestres com guerra, efeitos especiais com lasers e explosões, montes de ação e violência, esqueçam! Não é, de todo, o caso deste filme. Acho que foi isso que levou a decepção de muita gente que considerou o filme "péssimo", "perda de tempo", "quero o meu dinheiro de volta. Sim, envolve extraterrestres, mas vai muito mais além disso. 

A principal razão pela qual fui ver este filme foi pela crítica. Estamos a falar de um filme que foi nomeado para o Leão de Ouro, do festival de cinema de Veneza, que tem um metascore de 8,2 e já está na lista dos 250 melhores filmes do IMDB! Depois, quando fui ver a Rapariga do Comboio vi o trailer do filme e fiquei muito intrigada.


Qualquer filme que mencione Portugal ou português para mim já merece logo um ponto positivo. Sim, quamdo ela diz "vamos falar de línguas românticas" está a falar da nossa querida língua mãe. Confesso que sou um bocado patriota e, sejamos realistas, o nosso país é pequeno e não é assim tão conhecido e falado como outros.
Amy Adams, mais uma veja, desempenha um papel excepcional, quase ofuscando a prestação dos outros actores (que foram igualmente bons). É uma mulher forte, inteligente, corajosa mas com os seus momentos de vulnerabilidade. Os diálogos são muito bons, inteligentes, havendo até momentos em que soltamos uma pequena gargalhada.
Este filme é a verdadeira definição de thriller: temos sempre presente um momento de tensão pelo desconhecido, pelas partes em que as portas abrem devagar, quase à espera do momento de susto em que saltamos da nossa cadeira. Passamos todo o tempo a pensar: será que a vida daquelas personagens está em risco? O que vai acontecer? Ao longo do filme, vamos tendo algumas pistas sobre o que parece que se está a suceder, sobre o verdadeiro significado de tudo e, claro, o final apanha-nos de surpresa e todas aquelas cenas que não percebemos bem, de repente, fazem sentido.
Saí da sala de cinema intrigada e pensativa. O filme toca em vários temas que considero ser muito atuais. Como a nossa falta de comunicação e entendimento com outras culturas, provoca desconhecimento e medo que desencadeiam guerras e sofrimento sem sentido. Será que estamos sozinhos nesta imensidão de universo? Será que a nossa abordagem perante o desconhecido deverá ser a guerra ou o diálogo?

Se forem ver, aconselho-vos a prestarem muita atenção a todas as cenas e deixarem-se envolver pela fantástica banda sonora (que para mim ajudou a todo o clima misterioso do filme) e nas paisagens deslumbrantes de Montana.

Já viram este filme? Gostaram?  Digam tudo nos comentários abaixo

xoxo

5 comentários:

  1. Parece ser muito bom realmente não conhecia, beijos!

    ResponderEliminar
  2. Tenho que ver esse filme! Estreou no meio de novembro e passou-me completamente ao lado do radar. Tenho que ver em breve, porque me parece mesmo filme para ver no cinema.

    Kill Your Barbies | Christmas Veggie Challenge

    ResponderEliminar
  3. Confesso que não conhecia mas e bom a partilha de coisas que não conhecemos
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia /Facebook /Intagram
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar
  4. Só pelo que li aqui talvez vá mesmo ver este filme. Ultimamente fui ver "o heroi já não sei de onde que gostei muito atenção) os Animais Noturnos e o Aliados. E como gosto muito de ir ao cinema acho que vou apostar neste aqui numa próxima;)
    Beijinhos
    elisaumarapariganormal.blogspot.pt

    ResponderEliminar