Budapeste - Bairro Judeu e um bocadinho de história do séc.XX - parte 3

julho 31, 2016 Sofia Ferreira 4 Comments


Bom dia, alegria!
Chegamos à última parte sobre o bairro Judeu e é aquela que é a mais turística e, definitivamente, um sítio a ir para qualquer pessoa que visita Budapeste: Szimpla Kert - os bares em ruínas.
Se me pedissem para descrever este local numa palavre eu diria peculiar.
Por fora o prédio tem um ar semi-abandonado quase em ruínas. Por dentro um caos, com diversos bares pequenos, decoração diferente em jeito de DIY. De dia, aos domingos, é uma espécie de mercado onde se pode comprar directamente aos produtores queijos, mel, vinhos. À noite, o espaço ganha vida com música ao vivo, bares, concertos, bilhar, karaoke. Enfim, tudo o que podem imaginar! Aconselho a pedirem fröccs (que é vinho e água com gás) ou então cerveja, que vem sempre geladinha.




Os donos deste estabelcimento viram uma boa oportunidade neste edifício destinado à demolição (já tinha sido uma zona residencial e uma fábrica) e acertaram, pois este local tornou-se uma das principais atracções da vida nocturna de Budapeste.






Em cada canto do Szimpla, há algo para explorar. Por exemplo havia um quadro de luzes (semelhante aos quadros que controlam a eletricidade) onde pediamos mexer à vontade e acendiamos ou desligavamos televisões, luzes e rádios, criando um autêntico espetáculo audiovisual.




Percorrendo os dois andares do edifício podemos verificar que as paredes apresentavam vários desenhos e mensagens. Na verdade, cada visitante pode tentar encontrar um espacinho vazio na parede e deixar lá uma mensagem, nem que seja o seu nome.








Os bares em ruínas tornaram-se numa moda, pelo que outros sítios foram adaptados, como por exemplo a discoteca Instant (constituída por várias pistas de dança em que a entrada é gratuita).
E assim termino este trilogia de posts sobre o bairro judeu (ou districto VII). Como vêm, esta cidade é muito rica em história e é sempre bom relembrá-la, para que os erros do passado não se voltem a repetir.
Até à próxima
xoxo

4 comentários:

  1. Que lugar tão giro
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia
    Facebook
    Tem post novo todos os dias

    ResponderEliminar
  2. Mais ideias do género não faziam nada mal a tantas cidades por este mundo espalhadas. Em vez de se deixarem os edifícios ao abandono, mais vale serem aproveitados como espaços deste. O local ficou espectacular. Muito bem aproveitado mesmo.

    ResponderEliminar